quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Índia também quer proibir Blackberry

A exemplo do governo dos Emirados Árabes Unidos, o governo da Índia também estuda proibir o uso de smartphones da Research In Motion em seu território. “Quaisquer serviços dos Blackberryes que não possam ser integralmente interceptados por nossas agências devem ser descontinuados. Oferecer acesso a esses tipos de dados é uma determinação de nossos contratos de concessões que deve ser respeitada”, afirmou um funcionário do governo ao jornal local Economic Times.
O sistema de segurança dos telefones da RIM usam um sistema de encriptação que só pode ser liberado pelo dono do aparelho a partir de uma senha, sem que exista qualquer tipo de back door que permita que a RIM ou outra companhia a ter acesso a seus dados.
Na tentativa de solucionar a situação a empresa canadense já se prontificou a criar um sistema que permita ao governo indiano a rastrear os e-mails enviados à partir de seus aparelhos sem liberar qualquer informação a respeito de seu sistema de encriptação, solução que ainda está sendo analizada pelos órgãos governamentais.
Não sei vocês, mas de repente me deu uma tremenda vontade de comprar um novo Blackberry.
Com informações da Reuters

0 comentários:

Postar um comentário