quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Eleiçoes 2010

 Blog na corrida presidencial decretamos o apoio ao camarada Vader!!

Nerds amigos vamos responder ao Censo 2010

Não tem religião? é cristão mas não segue nenhuma igreja? Então você é Sith... Responda para o IBGE #SouSith. mostre sua força!








quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Índia também quer proibir Blackberry

A exemplo do governo dos Emirados Árabes Unidos, o governo da Índia também estuda proibir o uso de smartphones da Research In Motion em seu território. “Quaisquer serviços dos Blackberryes que não possam ser integralmente interceptados por nossas agências devem ser descontinuados. Oferecer acesso a esses tipos de dados é uma determinação de nossos contratos de concessões que deve ser respeitada”, afirmou um funcionário do governo ao jornal local Economic Times.
O sistema de segurança dos telefones da RIM usam um sistema de encriptação que só pode ser liberado pelo dono do aparelho a partir de uma senha, sem que exista qualquer tipo de back door que permita que a RIM ou outra companhia a ter acesso a seus dados.
Na tentativa de solucionar a situação a empresa canadense já se prontificou a criar um sistema que permita ao governo indiano a rastrear os e-mails enviados à partir de seus aparelhos sem liberar qualquer informação a respeito de seu sistema de encriptação, solução que ainda está sendo analizada pelos órgãos governamentais.
Não sei vocês, mas de repente me deu uma tremenda vontade de comprar um novo Blackberry.
Com informações da Reuters

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Emirados Árabes Unidos proíbem BlackBerry

Por conta de problemas “judiciais, sociais e de interesses de segurança nacional” os Emirados Árabes Unidos anunciaram que pretendem proibir o uso de alguns serviços dos smartphones Blackberry em suas terras a partir do próximo mês de outubro.

Apesar da empresa Research In Motion ser de origem canadense, o caso provocou alguma comoção no governo norte-americano, com direito da secretária de estado Hillary Clinton vir a público para afirmar que a situação é “preocupante”. “Iremos esclarecer os motivos dos EAU, mas de qualquer maneira este caso abre um precedente perigoso”, afirmou PJ Crowley, porta-voz do Departamento de Estado do governo dos Estados Unidos. “Nossa visão é que deve-se abrir as sociedades para este tipo de tecnologia para se dar maior poder às pessoas”, completou.

No ano passado o governo sediado em Abhu Dhabi determinou que todos os usuários de aparelhos da Research In Motion deveriam instalar um software em seus aparelhos para que o governo pudesse monitorar suas informações privadas. “Além dos negócios da companhia ocidental a determinação também deverá ser um problema para os cerca de 100 mil turistas de chegam ao país todos os dias”, lembra o jornal The Telegraph.
Estranhamente, não há qualquer sinal de que a proibição se aplique a aparelhos produzidos por outras companhias, como Apple, Nokia ou Motorola, por exemplo.

fonte:
tecnoblog.net